Pulso - Cardiologia Plena

A falta de vitamina D na infância pode ser um fator de risco cardíaco?

Níveis baixos de vitamina D durante a infância podem ser um fator de risco para a aterosclerose na vida adulta. Essa é a constatação principal de um estudo realizado por pesquisadores da Finlândia. O aumento do risco de aterosclerose foi independente de outros fatores de risco tradicionais para a doença, como o colesterol elevado, diabetes, hipertensão arterial ou tabagismo.

A aterosclerose é uma doença crônica-degenerativa que leva à obstrução das artérias (vasos que levam o sangue para os tecidos) pelo acúmulo de gorduras (principalmente colesterol) em suas paredes, sendo a principal causa do ataque cardíaco (infarto do miocárdio) e derrame cerebral (acidente vascular cerebral).

Os pesquisadores finlandeses acompanharam 2.148 pessoas com idades entre 3 e 18 anos, a partir do ano de 1984. Os níveis de vitamina D dos participantes do estudo foram dosados no início da pesquisa e outras ocasiões, sendo a última dosagem realizada no ano de 2010. A presença dos fatores de risco tradicionais para a aterosclerose foram avaliados na infância e na vida adulta.

O espessamento do revestimento da artéria carótida esquerda, uma evidência objetiva de aterosclerose nessa artéria do pescoço, foi avaliado em todos os pacientes ao final de quase 30 anos de acompanhamento. Os resultados mostraram que baixos níveis vitamina D na infância associavam-se com um aumento da espessura do revestimento da carótida esquerda, particularmente em mulheres.

"Nossos achados sugerem que baixos níveis de vitamina D na infância podem ser um fator de risco para a aterosclerose, embora o benefício da reposição dessa vitamina durante esse período da vida visando prevenir a aterosclerose, ainda seja desconhecido pela medicina", disse o Dr. Markus Juonala, médico da Universidade de Turku (Finlândia).

A principal fonte de vitamina D para o corpo humano é a exposição solar, pois os raios ultravioleta são capazes de ativar uma pró-vitamina localizada pele, a qual se transforma em vitamina D.

Fonte: Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.
Autor: Dr. Tufi Dippe Jr. CRM 13700 - Cardiologista em Curitiba.
Portal do Coração


 

Dicas para se preparar para o fim de ano


 

Institucional


 

Dica - Metabolismo Lento? Revertendo o problema


 

Você já conhece a Pulso Cardiologia?


 

Cuidados essenciais com a alimentação na terceira idade


 

Você sabe o que é Arritmia cardíaca?


 

Será que preciso de um nutricionista ou endocrinologista?


 

Institucional


 

Você já conhece a Pulso Cardiologia?


 

Será que posso estar com algum problema cardíaco?


 

Quando procurar um cardiologista?


 

Devo procurar um nutricionista só para perder peso?


 

Institucional


 

Como prevenir a osteoporose?


 

Estresse excessivo no trabalho?


 

Sem correr: caminhe todos os dias para cuidar do coração


 

Institucional


 

Dica - Vítima de infarto cuidados redobrados


 

Dica - Para previnir a obesidade


 

Você já conhece a Pulso Cardiologia?


 

Institucional


 

Dica para se manter ativo na terceira idade


 

Institucional


 

Dicas para prevenir a obesidade


 

Duas dicas para manter a mente sã na velhice.


 

Você já conhece a Pulso Cardiologia!


 

Alimentos com baixo Índice Glicêmico


 

Quando procurar por um geriatra?


 

Institucional


 

É importante ou não Ter horários regulares para comer?

Pulso - Cardiologia Plena
Pulso - Cardiologia Plena